Tenho um parafuso solto

carmen-miranda-that-night-in-rio1

Tenho um parafuso solto

Não na cabeça,

Mas no coração.

 

Um parafuso

Desparafusado

Desparafusadamente

Por ela, a mulher.

 

O parafuso solto

Brinca, dança e balança no meu peito

Que chega a fazer o tic tic tic

Do samba de butique.

 

Tenho um parafuso

Se emparafusando

Todo bronzeado no

Emparafusador.

 

Quando vi, a máquina perdida

Pela mulher

Emparafusei o papo da sereia

Mas não adiantou

Emparafu-rolou.

 

E a mulher papada

Pretende sofrer

Um piripaque quando

Partir do parafuso do meu peito.

 

Tenho um parafuso solto no coração

A cabeça pousa certa no pescoço

Enquanto eu me emparafuso todo

Pra te contar dessa paixão.

Anúncios

, , , , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: