Janiel fuja!

janiel

Janiel fuja do álcool!
Janiel fuja do cigarro!
Janiel fuja das drogas
fuja do sexo!

Janiel fuja pras colinas
Janiel fuja já desse filme ruim!

Janiel fuja das ruas,
Janiel fique em casa!
Janiel não se case!
Janiel não se afogue!
Janiel não se apaixone!

Janiel não coma isso!

Janiel a vida reprimida!
Janiel não se sinta preso!
Janiel fuja da solidão!
Um abraço, um aperto de mão!

Janiel ouça esse grito,
Janiel segura a lágrima,
Janiel não nade pra baixo,
Janiel não olhe pra trás,
Janiel, toma força neguinho

Janiel reze pela sua alma,
Janiel prometa pelos seus filmes
Janiel não CORTE o caminho.

Janiel encontre a saída!
Janiel fuja de se arriscar,
Janiel risque em si, sem dor
Janiel fuja da dor.

Janiel! Janiel! Janiel!
Não morra, sobreviva!

Janiel, Maria.
E a dor, e o sorriso, e o trágico,
e o peixe, e o profundo,
e o oceano, e as cores,
e a primavera, e respirar,
e as comidas, e os parques,
e o cinema,
e o quindim, e o samba,
e Yoñlu, e o terror,
todo o terror de se obrigar
a viver todo dia.
Fuja de tudo isso, Janiel!
Fuja!
Maria, Janiel.

Anúncios

, , , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: